Archive for June, 2008

My man

June 30, 2008

Na voz de Billie Holiday…..he´s always my man.

My Man

 

 

 

It cost me a lot
But theres one thing that Ive got
Its my man
Its my man

Cold or wet
Tired, you bet
All of this Ill soon forget
With my man

Hes not much on looks
Hes no hero out of books
But I love him
Yes, I love him

Two or three girls
Has he
That he likes as well as me
But I love him

I dont know why I should
He isnt true
He beats me, too
What can I do?

Oh, my man, I love him so
Hell never know
All my life is just a spare
But I dont care
When he takes me in his arms
The world is bright
All right

Whats the difference if I say
Ill go away
When I know Ill come back
On my knees someday

For whatever my man is
Im his forevermore

 

 

Channing pollock/maurice yvain / albert willemetz/jaques charles

 

 

 

 

 

 

 

Jogo

June 23, 2008

 

Vocé é o algoz e eu a vitima

você é cruel e eu sofro

você caminha e eu lhe sigo

você ordena e eu obedeço

você me toma e eu me submeto

você me agrada e eu agradeço

você me maltrata e eu gosto

você me bate e eu gozo

você me tem e eu fico

você deseja e eu realizo

mas não se esqueça

isso é só um jogo, meu bem.

 

June 23, 2008

 

Quando me olhar
nao me veja como Tua criação.
Fui parida por mim mesma,
gerada de minhas proprias entranhas
e me alimento de perversao.
Bebo da tua crueldade
respiro ares lascivos
exalo prazeres
e caminho sobre vias tortuosas
que me levam ao seu desejo
e ao meu gozo

ana.mmk

June 23, 2008

Humanamente nus
 
Igual a mim tem muitas
e muitos sao iguais a você
Nao somos especiais porque somos
devassos, libertinos,
sacanas, depravados,
pervertidos, perversos
trangressores, tarados
porque temos as mais
vis fantasias.
somos humanos nus e crus.
ana.mmk

Recado

June 18, 2008

 

Não me olha assim

porque eu sou forte.

Sou o que quero ser

e sei o que quero de você.

Me atiça como fêmea

porque você é um macho

e eu quero tua virilidade,

tua violencia,

o peso da tua mão,

a força do teu instinto.

Eu quero que me vença,

que me violente,

que rasgue minha pose de seria,

que me arrebate,

me tire o tapete,

me ponha no espelho

e me mostre nua.

Que destrua minha sensatez,

que devaste meu centro,

que corrompa meus valores.

E não me chame de puta

porque e muito pouco.

ana.mmk

Sádico?

June 18, 2008
Chicotes que rasgam a carne
algemas que aprisionam
lâminas que retalham
chamas que ardem
 teu sadismo nao me assusta
me amedronto a mim mesma
 a dor é solidária
os desafios são meus
 a permissividade é minha
como a dor tambem
 o olhar de um sadico chama
 mas sou eu que me arrebato.

 

ana.mmk

Aviso aos Leitores, caso os tenha

June 16, 2008

Gente….

 

 

Entrei numa de fazer o  blog, mil dificuldades.

Falta tempo, computador bloqueado a certos sites, por isso escolhi esse domínio, só que a anta aqui nao sabe mexer direito e fui criando páginas que Deus e a Microsoft apenas sabem porque não entram em ordem, estão as páginas todas bagunçadas. Mas eu aprendo…ah, aprendo.

Também não sei linkar o blog das gentis e amigas almas que me visitam , mas vou descobrir é questão de tempo !

Estou vendo que ter blog é bom e é uma responsabilidade também, mas ainda não  peguei o jeito da coisa. Preciso escrever mais, aprender mais.

Por enquanto ele vai ficando assim, aliás, ele de certa forma está a minha cara, ordem no caos, confusão administrada, bagunça ordenada. Essa sou eu, mas eu me acho, então espero que o que já está publicado seja encontrado também rs. Ô pretensão ….

Mas é fazendo que a gente  aprende. Eu quero fazer uma página de fotos e outra só de contos, linkar  um assunto a outro para ter menos tópicos na esquerda, se bem que a esquerda tem tudo a ver, eu ainda acredito !

Bom, isso é so um bilhetinho e que serve também para ME lembrar. Ô amiga, faz mas faz direito,ta?

 

Viagem….

June 16, 2008

Ja fui e ja voltei

Viajei uns dias, foi otimo e ja estou de volta.

Mas dizer o que da viagem? Foi de fato uma viagem….

Dizer o que estou sentindo hoje.

Nada, um vazio. Só isso.

Poderia ter sido um recomeço, mas no fundo sinto que foi uma pausa.

Ha coisas que parecem chavões mas nao sao, do tipo se tiver que ser ,será e por conseguinte, se não tiver que ser não será.

Tentei, tentamos e as coisas estão mostrando pra gente: não insistam, não vai ser.

Isso me deixa triste, pode ser um pensamento de hoje, pode não ser.È o que penso agora, nao será o que pensarei depois , com certeza.

Só passando pela cabeça….ruminações. Mas tenho que concordar, não é hora de ruminações.

Mas o que importa é que foi bom…muito bom.

Nessie: a monstra do Lago

June 10, 2008

 foto de Nessie tirada, pelo Melhor, em sua  última  aparição 

Segundo dia do blog, nao preciso dizer nada, mas a telinha em  branco  convida…”vai, escreve alguma coisa”. Pensando sobre o que  falar, o que  dizer  hoje. Falta de assunto. O dia  está bonito, está calor, mas ops, esse blog é BDSM e o que dizer do MEU BDSM hoje.

Ah,  embora aparentemente a superficie desse lago esteja tranquilo tem uma Nessie nadando lá embaixo rs, as vezes ela sobe faz umas marolas mas ela ta lá, mesmo que os radares nao indiquem, mesmo que seja  duvidosa sua existencia mesmo que se vendam bonequinhos dela. A minha Nessie ´está lá, submersa, mas uma frase aqui, uma notícia ali, um encontro lá fazem  suas marolas.

Na escuridão da noite do lago de Nessie, algumas palavras  borbulharam na superfície e alguns silêncios também.

Palavras sobre como  ha novas expectativas e  encontros acontecendo , mas nao sao  comigo, mas  me enchem de  bons sentimentos e ao mesmo tempo de  nostalgia, é…foi.

Outros pequenos encontros,  alegres, harmonicos  trazem  marolas de brisa fresca para o lago. E tem ainda os silencios, os  recados das entrelinhas, que  hoje, alguns, nao provocam  nem o miais leve movimento das moléculas de  H e O  da água  do lago.  Tanto faz.

Mas nesses encontrinhos, nessas conversinhas, algo me chama muito a  atenção. A renovação, os ciclos, as historias repetidas, acho que ninguem, pode estar entendendo nada mas eu  estou. Os filmes se repetem e as vezes somos protagonistas outras espectadores e  ainda os protagonistas da vez nao sabem o final do  filme e dá aquela vontade de contar, mas para que estragar a surpresa ne, filme a gente tem que assistir até o The End ou Fin ou Fim. A  última cena é tudo de bom ou ruim, mas é  a última cena.

Mas  a Nessie ta bem, nadando no fundo  do lago,  respirando na superfície por vezes, ( Nessie nao é como  qualquer animal marinho ela pode ficar muito tempo no fundo)  e pode mostrar so seu vulto gradioso.

Nessie está  quieta agora.

Reestréia

June 9, 2008

Recuperei a senha…ufa !

Bom,  minha apresentação anterior já passou….

A fila anda, o mundo roda, um dia vem depois do outro, depois do outono vem o inverno, depois  a primavera…e por ai e  eu tambem.

Não mudei, mas o  que esta em volto mudou  um pouco.

Mais  vivida, mais clarezas e menos certezas. Nada mais instigante do que nao ter certezas na vida, nem fórmulas, nem  padrões, só ser o que se é e seja lá o que for.

Esse blog  nasceu faz um tempinho, morreu e ressuscitou das cinzas, qual fênix. E graças a insistência de uma amiga.

Ele nao tem muita direção por enquanto, é um olhar somente, o meu olhar e de meus amigos, por que não pensem , os amigos, que vou estar aqui sozinha, ao menos a seção ” Eles falam…” vai ter . Nada como trabalho em equipe mesmo que a equipe nao saiba.

Mas  olhando ali pelo meu telescópio, o foco está no  BDSM e no que esse planetinha tem de bom , me diz de gostoso, me faz sentir  prazer , me faz trangredir, me sentir plena  e me inquieta e  acolhe a alma. hum…

Não  tenho muita intimidade com  as palavras, nao escrevo poesias, nao escrevo  contos, nem esaios, só mesmo minhas observações e sentimentos.

Agradeço a paciência de quem o ler mas ele é meu caderninho de campo, caixinha de  memórias, album de figurinhas, coleção de borboletas, canastra  da Emília …ih..fui longe.

 Bom dia,então.