Quando me olhar
nao me veja como Tua criação.
Fui parida por mim mesma,
gerada de minhas proprias entranhas
e me alimento de perversao.
Bebo da tua crueldade
respiro ares lascivos
exalo prazeres
e caminho sobre vias tortuosas
que me levam ao seu desejo
e ao meu gozo

ana.mmk

4 Responses to “”

  1. cristianosvieira Says:

    Ana, (acho que é este seu nome)

    Sou o Cristiano Vieira do blog Café com Amigos. Achei seu blog no google e amei, adorei! Fascinante… a sensualidade vinda de uma mulher, de uma forma aprazível, não vulgar. A visão de mundo de uma mulher feminina que não quer ser só bunda, mas se sentimentos e inteligência estão refletidos nestes textos.

    Eu ficaria muito feliz em poder tê-la colaborando no meu blog, claro se você quiser.

    Entre em contato comigo pelo e-mail cristianovieira@cafecomamigos.com.br e poderemos conversar melhor.

    Desde já parabéns pelo blog.

  2. anammk Says:

    Obrigada, Cristiano
    Sera um prazer colaborar e fico contente que tenha gostado.
    bjs

  3. Jade Says:

    Em plena correria do dia-a-dia,
    lanço beijos à Bela Poeta🙂

  4. Jade Says:

    PS: ..você ficou ma-ra-vi-lho-sa nessa foto, viu?😉

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: