Dominação Feminina e Feminismo (Sr. Coltrane)

Boa Tarde!

Outro dia me perguntaram o que eu seria se não fosse Dom. Respondi: Domme.

Para quem me conhece, sabe que sou machista convicto. E amante do bom senso, é claro.
As duas coisas juntas, resultam que: considero absolutamente natural a preponderância do macho nos ambientes sociais e maioria dos profissionais.

Contudo igualmente importante é o respeito às fêmeas, e é este também, um código do machismo. O cavalheirismo é um exemplo do machismo respeitoso e consciente: um reconhecimento da fragilidade da condição feminina, que pede tratos especiais.

Não quero dizer com isso que não reconheço o papel das Dommes. Em primeiro lugar, a pessoa com quem mais aprendi sobre BDSM, é uma Domme. E em segundo lugar, o papel social, e o papel sexual, para mim, são completamente apartados, e é nonsense mesclar as duas coisas.

Esta mescla de dois assuntos totalmente diversos, produz teorias as mais mirabolantes e sem nexo. Hipocrisia pura.

Primeiramente, o papel sexual existe independente do papel social. Não é raro termos submissas que profissionalmente ocupam cargos de comando, e chegam a ser extremamente autoritárias em suas funções enquanto profissionais. Também existem Dommes que nem sequer trabalham fora, sejamos honestos. Igualmente, submissos com carreiras proeminentes, que optaram pela submissão em sua sexualidade.

O besteirol acontece quando se mescla FemDom com feminismo. E adquire proporções geométricas, quando decide procurar seus bodes expiatórios no sistema patriarcal da sociedade.

Vamos lembrar que Sacher Masoch era um submisso em pleno patriarcado.

Mas se é para discutir os danos do patriarcado, vamos lembrar também os benefícios:

Recentes resultados de pesquisa de câncer de mama revelam que o índice de cancer de mama em mulheres com menos de 35 anos cresce a cada dia. Os motivos apontados, em ordem de importância, foram: gravidez tardia, stress, e ingestão excessiva de conservantes nos alimentos. A expectativa de vida feminina é mais alta. Mas vem trazendo problemas de saúde em tanto número quanto aos homens, e gravidez tardia e stress são efeitos da entrada da mulher no mercado de trabalho. Agora, estão expostas às mesmas condições de pressão que os homens sempre estiveram, e estão aparecendo as conseqüencias, além de, por conta da carreira, prorrogarem a gravidez.

Vez ou outra encontramos afirmações do tipo: “Crio meu filho sozinha, homens são desnecessários”. O que devemos lembrar é: é devido às facilidades modernas, frutos de inventos masculinos, que isto é possível. Uma mulher sem microondas, máquina de lavar roupas e mais uma série de eletrodomésticos não tem tempo de criar uma criança, e ainda por cima, trabalhar. As 24 horas do dia seriam insuficientes para este ritmo sem o aparato moderno a lhe dar suporte. E este aparato, foi inventado por homens, me perdoem.

Igualmente, sim, homens hoje são desnecessários. Desenvolveram sistemas de segurança pública (que por menos que funcionem, sem eles seria ainda muito pior). A engenharia se desenvolveu, e não existem predadores que ameacem um cidadão urbano. Uma mulher pode ir para o trabalho, e saber que não será devorada por um leão no trajeto, nem tampouco em sua casa. A sua toca é segura hoje em dia, e repleta de conforto.

O saldo populacional de hoje, de seis bilhões de habitantes, revela um fato: da idade das cavernas para cá, o patriarcado cuidou tão bem de suas proles e mulheres, que chegamos a uma vida muito mais segura do que há seis mil anos. De patriarcado.

Podem argumentar que, foram os homens que ergueram o mundo porque as mulheres eram mantidas em casa, e longe do ensino por muito tempo. Se isso for verdade então lanço um desafio: me citem uma sociedade matriarcal que não foi extinta, ou que, caso não tenha sido, não se encontre ainda em estagio primitivo. Os Touaregs são matriarcais, e são nômades até hoje.

Assim como sabem que sou machista, também sabem que tenho um profundo respeito por DominadoRAS. É o lado do chicote que escolheram, e nossa! Existem Dommes maravilhosas, excelentes tanto em D/s Quanto SM. Pessoalmente, nunca me furto a provocar uma conversa onde eu possa aprender algo com elas.

O que me destino aqui, é a atacar o que eu chamo de hipocrisia: fundamentar a Dominação Feminina nas teorias feministas. É muito fácil atacar o patriarcado. Mas não é curioso que o feminismo surgiu justamente na era moderna? Porque não haviam feministas no tempo dos Sumérios, na Roma, nas China antiga? Porque não, nenhuma mulher iria querer tomar o papel masculino, e ter de guerrear, caçar, erguer pirâmides, muralhas, moldar o aço. O feminismo só apareceu quando a vida se tornou muito mais fácil, e deixou de oferecer tanto risco de vida.

Resumindo: é muito confortável atacar o patriarcado, em uma cadeira macia (que usa polímeros), ao ar condicionado (que requer eletricidade), na frente de um computador (que requer eletrônica, todos invenções masculinas).

Garotas, muitos Doms as respeitam, vocês Dommes. Inclusive lhes admiram. Mas definitivamente não, quando usam de discursos que insultam o bom senso e só encontram viabilidade no campo das suposições.

O desafio está mantido: dêem-me uma sociedade matriarcal que não sucumbiu, ou que tenha tido avanços tecnológicos (ao invés de ter mantido-se primitiva), e eu retiro esta coluna deste blog, com direito a retratação pública. Sociedades matriarcais impulsionadas por adventos de sociedades patriarcais não contam. Precisa ser com adventos próprios.

Até este dia chegar, sustento minha tese: posição no BDSM e posição social não se mesclam. Respeito e admiro Dommes. Desconsidero feministas.

Grande Abraço.

(Fonte: http://casacoltrane.blogspot.com/2006/08/dominao-feminina-e-feminismo.html)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: